sábado, 14 de janeiro de 2012

Ibravin anuncia vinícolas destaques de 2011

Projetos Wines of Brasil e Vinhos do Brasil divulgam balanço do ano premiando com o troféu Saca-rolhas as empresas de maior destaque de 2011.


O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) divulgou as vinícolas destaques do ano, escolhidas por meio de votação das empresas participantes dos projetos de promoção no mercado interno (Vinhos do Brasil) e por desempenho no mercado externo (Wines of Brasil, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). A entrega do troféu Saca-rolhas foi feita nesta terça-feira (6) à noite, na vinícola Lovara, em Bento Gonçalves (RS), tendo como atração principal o Grupo Show da escola de samba Estado Maior da Restinga, que escolheu como samba-enredo os Vinhos do Brasil para o Carnaval de 2012 de Porto Alegre.

A gerente de Promoção Comercial do Wob, Andreia Gentilini Milan, disse que a exportação das empresas associadas ao projeto deve somar US$ 3 milhões este ano, com 31 destinos diferentes. Ao todo, 15 vinícolas exportaram vinhos, espumantes e suco de uva este ano, com duas estreias: Basso e Don Giovanni. Miolo, Salton, Basso e Lidio Carraro foram os grandes destaques do ano, por desempenho, entre as 37 vinícolas participantes do projeto de exportação de vinhos finos engarrafados do Brasil.

A Miolo ganhou, pelo terceiro ano consecutivo, na categoria maior valor exportado e maior número de países, obtendo um crescimento de 38,5% nas vendas de vinhos e espumantes para 31 países. O maior crescimento nas vendas ao exterior foi obtido pela Salton, com acréscimo de 221% nos seus resultados de 2011, na comparação com 2010. A Lidio Carraro foi a vinícola que mais participou das ações realizadas pelo Wines of Brasil este ano, repetindo desempenho do ano passado, estando presente em 20 eventos no exterior. O destaque no Projeto Primeira Exportação (PPE) foi Basso Vinhos e Espumantes. “A primeira venda ao exterior a gente nunca esquece”, brincou Andreia Gentilini Milan. O profissional destaque do ano foi Elisa Walker, da Casa Valduga, que, pela primeira vez, foi eleita nesta categoria.

Pelo projeto Vinhos do Brasil, as empresas destaques do ano foram Casa Valduga (pela recepção aos jornalistas dos Projetos Imagem realizados este ano; a escolha foi feita entre os jornalistas participantes), Don Laurindo (empresa de pequeno porte), Domno do Brasil (empresa de médio porte) e Miolo (empresa de grande porte). O profissional destaque de 2011 no mercado interno foi Miguel Carraro Neto, da Cooperativa Vinícola Garibaldi. Uma nova categoria foi criada este ano: o conselheiro com maior participação nas reuniões do Conselho Deliberativo do Ibravin em 2011. E o escolhido foi Eumar Viapiana, representando a Agavi (Associação Gaúcha de Vinicultores), que esteve presente em todos os encontros.

Balanço

O presidente do Conselho Deliberativo do Ibravin, Júlio Fante, disse que o ano foi especial para as vinícolas brasileiras. “Este vai ser um ano bastante positivo para o vinho brasileiro, com recuperação de mercado e maior organização setorial”, afirmou. “O trabalho desenvolvido pelas empresas em busca de uma qualificação crescente tem sido exemplar”, disse. “O melhor do ano é chegarmos ao seu encerramento convictos de que o setor vitivinícola está mais forte e unido”.

“Este ano consolidamos a imagem do vinho brasileiro, conforme um posicionamento único para os mercados interno e externo voltado aos consumidores”, comentou Andreia Gentilini Milan. O gerente de Marketing do Ibravin, Diego Bertolini, salientou o sucesso alcançado pelo Instituto no aumento da percepção de qualidade sobre a categoria de vinhos brasileiros, o que refletirá no aumento de pelo menos 10% na venda de produtos verde-amarelos.

Ações realizadas

Entre os números anunciados estão a participação de 63 vinícolas em 11 feiras no Brasil e no mundo, com a prospecção de quase R$ 15 milhões em negócios. No ano passado, 60 vinícolas participaram de nove feiras no Brasil e no mundo, prospectando R$ 12 milhões em negócios. Ainda foram realizados 95 eventos em três estados do Brasil e em 10 países pelo mundo. Em 2010, foram feitos 65 eventos em três estados e em países. Durante o ano, foram trazidos pelos Projetos Imagem Nacional e Internacional 115 jornalistas (ante 86 em 2010) de sete países e cinco estados brasileiros. O Ibravin ainda trouxe 96 sommeliers brasileiros de 18 estados e um sommelier internacional. “Este ano, 212 profissionais conheceram as vinícolas do Brasil na Serra Gaúcha”, falou Bertolini.

O Ibravin ainda realizou três edições do Circuito Brasileiro de Degustação, com a presença de 25 empresas e 1.700 participantes em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Também foram realizados dois projetos compradores, com o supermercado Zona Sul, do Rio de Janeiro, envolvendo 29 empresas, e com 20 sommeliers e distribuidores do Rio de Janeiro e de São Paulo, com a presença de 20 vinícolas. O projeto Wines of Brasil ainda promoveu um Projeto Comprador Internacional, com empresários da Bélgica, França e Alemanha.

O Projeto Escola Vinhos do Brasil, destinado a treinar garçons, sommeliers e maitres da Serra Gaúcha, já promoveu 25 treinamentos em 20 restaurantes de cinco municípios da Serra Gaúcha, com 80 profissionais atendidos. O Ibravin igualmente esteve presente em 81 degustações e 24 eventos, sempre promovendo os vinhos brasileiros. Quatro workshops de qualificação foram realizados no ano.

Este ano, o Ibravin entrou definitivamente nas redes sociais, alcançando 174 mil visualizações e 609 fãs no perfil Vinhos do Brasil no facebook e 71,7 mil visualizações e 251 fãs no perfil Wines of Brasil, de abril a novembro. No twitter foram disparadas 1050 mensagens pelo Vinhos do Brasil, que conquistou 4.823 seguidores. No Wines of Brasil foram disparadas 574 mensagens, com 337 seguidores. O maior número de acessos veio de São Paulo e Porto Alegre.

Veja os destaques de 2011:

Vinhos do Brasil

1) Destaque do Projeto Imagem 2011: Casa Valduga
2) Destaque Empresa de Pequeno Porte 2011: Don Laurindo
3) Destaque Empresa de Médio Porte 2011: Domno do Brasil
4) Destaque Empresa de Grande Porte 2011: Miolo
5) Profissional destaque de 2011: Miguel Carraro Neto (Cooperativa Vinícola Garibaldi)
6) Conselheiro com maior participação nas reuniões do Conselho Deliberativo do Ibravin em 2011: Eumar Viapiana

Wines of Brasil

1) Maior valor exportado e maior número de países em 2011: Miolo, que exportou para 21 países, obtendo um crescimento de 38,5%
2) Maior crescimento em exportação em 2011: Salton, com 221,35%.
3) Maior participação em ações do projeto em 2011: Lidio Carraro, com participação em 20 ações.
4) Destaque PPE (Projeto Primeira Exportação): Basso Vinhos e Espumantes
5) Profissional Destaque 2011: Elisa Walker (Casa Valduga)

Fonte: OAJ Comunicação & Marketing


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...