Hoje são as alergias, amanhã, a diabetes, a pressão alta, doenças crônicas, tudo vem do mesmo, de uma alimentação que está nos matando média humanidade.

Tratamento para Alergia

Há que olhar para as doenças modernas na alimentação atual. Nosso sistema imunitário está muito enfraquecido, já que o nosso organismo tem que estar lutando constantemente com milhares de substâncias que estão escondidas nos alimentos processados e perde toda a sua força e energia em tentar combater tanto veneno.

Adivinhe, a cada ano há mais, a cada ano são mais agressivas e já estamos sofrendo, o que são?

Pois sim, é assim que as alergias. Em particular, os casos de alergias que guardam relação com a dificuldade respiratória, asma ou rinite. O objetivo deste post é preparar-vos um pouco com dicas que os ajudarão a ter de forma algo mais leve.

As alergias são causadas por uma diminuição das defesas do sistema imunológico. Além disso, se o fator sazonal somamos algumas más práticas, como inatividade física e alimentação inadequada, os estados anímicos de ansiedade e stress, a probabilidade de se tornar um ‘branco’ para as alergias aumenta acentuadamente.

A secreção nasal, coceira nos olhos e nariz e espirros são alguns sintomas de que se conhece como a rinite alérgica. O caso é que, nesta época do ano, se muitas vezes não sabe se está constipado ou alérgico perdido.

Isso se deve ao fato de que ocorre uma inflamação das camadas internas do nariz, que pode ocorrer tanto nos olhos, nariz, garganta ou até mesmo na pele.

Existem muitos hábitos para fazer com que estes sintomas sejam menores, como beber líquido suficiente para manter a hidratação. Evitar estar deitado de muitas horas, já que isso aumenta o congestionamento. Lavar periodicamente a roupa de cama com água quente para remover os ácaros e lavar o cabelo antes de dormir, para que não te cause mais problemas, uma vez que já está em casa.

Mas aqui deixo uma lista mais específica que, sem dúvida, você vai dar um resultado surpreendente, reduzindo quase por completo os sintomas dolorosos que produz a alergia.

Alimentos contra a alergia

A alimentação pode ajudar a reduzir os sintomas mais incômodos que causam as alergias como a dificuldade de respirar, corrimento nasal constante, a irritação de mucosas, etc.

Por exemplo, desde a primeira hora, podemos fazer muito por regenerar as mucosas e reduzir a inflamação associada a processos asmáticos. Com um simples gesto, tomando um suco de cenoura e laranja. As vitaminas e antioxidantes, que nos proporcionam, além de regenerar a mucosa e diminuir o inchaço, melhora as defesas.

Sem dúvida isso faz com que os brônquios, que tendem a reforçar durante a mudança de estações que não se fechem tanto, deixando passar mais quantidade de ar e que o muco das vias respiratórias não se engrossar e assim se possa eliminar mais facilmente.

Outros alimentos que também melhoram as vias respiratórias, são as cebolas, alho-poró e alho. Talvez não para tomar o pequeno-almoço mas servem como antibiótico natural, ao mesmo tempo em que descongestivo nasal. Portanto, para além de funcionar muito bem como o encaixe de qualquer um de seus pratos, você vai ajudar a reduzir a inflamação do nariz e as membranas nasais.

Comer peixe é sempre bom, mas no caso das alergias, a dose deve ser de três a sete porções semanais de peixes. Os peixes, sobre todos os peixes como o salmão e as sardinhas, nos dão substâncias anti-inflamatórias, como os ácidos graxos ômega 3.

Os morangos com o suco de laranja na merenda, são uma maravilha, mas além disso são um aporte de vitaminas extras. As vitaminas E, A e C de ação antioxidante, que protegem o epitélio respiratório. Além disso, possuem propriedades antinfecciosas reduzindo a ocorrência de doenças inflamatórias inductoras de muitos processos asmáticos.

Sem dúvida o que mais afeta em épocas de alergias é a nossa capacidade respiratória. Isso faz com que estejamos cansados, sem vontade. Muita gente ainda não sabe que tem alergia, mas se queixa de sintomas de astenia primaveril, afetada sua capacidade respiratória.

Algo tão simples como aprender a respirar lenta e profundamente. Isso ajuda a melhorar a capacidade ventilatória e o fluxo respiratório, reduzindo a frequência das crises asmáticas. E isto é conseguido com a prática regular de certos exercícios respiratórios, como o yoga.

Este tipo de exercícios não só proporcionam melhorias significativas nos sintomas de asma, mas também conseguem reduzir o uso de inaladores.

Os probióticos favorecem o sistema imunológico

As bactérias benéficas com as quais convivemos desempenham um papel importante na prevenção de uma ampla gama de doenças. Os probióticos são microrganismos vivos que adicionadas a um alimento que exercem um efeito benéfico sobre a saúde.

Podemos encontrar em alimentos como o iogurte. Ou em outro tipo de preparados.

Certamente, nos ajudarão a diminuir os sintomas alérgicos e fortalecer o sistema imunitário. Além de ter muitas outras vantagens para a nossa saúde.

A obesidade favorece a alergia

E como não, o excesso de peso, é algo negativo para a nossa saúde. Muitas vezes o excesso de peso favorece o surgimento de alergias respiratórias. Isso tem uma explicação muito lógica. A parede abdominal faz com que diminua a capacidade respiratória. Isto é assim porque empurra o diafragma contra os pulmões, dificultando a respiração plena e profunda.

Devemos diminuir a gordura da zona abdominal para aumentar a capacidade pulmonar total.

É por isso que é tão importante para perder peso de forma correta. Isso seria, eliminando o excesso de gordura da região abdominal e mantém a massa muscular.

Produtos naturais contra a alergia

Outras ajudas são os produtos naturais, uma alternativa saudável para tratar as alergias. Há que dizer que, em uma alta porcentagem dos casos se consegue a cura total.

O sucesso desta medicina alternativa explica com que seus remédios são totalmente naturais e não provocam efeitos colaterais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *